Home Geral Regional Matriz investe na abordagem social e recuperação de praças

Regional Matriz investe na abordagem social e recuperação de praças

31
0
SHARE

curitiba

 População de rua teve orientação da FAS sobre limpeza do calçadão da Rua XV. Curitiba, 31/01/2017 Foto:Divulgação/FAS

Responsável pelos bairros mais centrais da cidade, a Administração Regional Matriz vem desenvolvendo desde o início da gestão um trabalho intenso de abordagem de pessoas em situação de rua, além de limpeza e manutenção de praças, muitas das quais estavam em situação precária.

Em ambos os casos, a demanda não atendida no passado recente causou um acúmulo que agora está sendo diminuído.

A regional concentra o maior número de pessoas em situação de rua da capital, o que exige um trabalho integrado entre Fundação de Ação Social (FAS) e Guarda Municipal.

De acordo com Maria Alice Erthal, diretora de projetos especiais da FAS, em janeiro foram atendidas 913 solicitações envolvendo pessoas de rua – 73 delas, crianças. Esse volume representa 60% do total de solicitações de toda a cidade.

A administradora regional da Matriz, Guacira Camargo Assunção Civolani, lembra que esse trabalho precisa ser contínuo. “Os resultados aparecem de forma mais consistente no médio e longo prazos”, afirma. “Curitiba ficou um bom tempo sem ‘mexer’ com pessoas em situação de rua.”

Maria Alice explica que a abordagem nem sempre dá resultado imediato. Em muitos casos, eles voltam para as ruas poucos dias depois. Mas aos poucos os agentes do município vão ganhando mais confiança dos abordados, criando mais vínculos e os resultados dão resultado com o tempo.

Além disso, as abordagens iniciais são fundamentais para catalogar as pessoas e ir selecionando o tipo mais adequado de atendimento que cada uma precisa – muitos são idosos, crianças, deficientes ou usuários de drogas que vivem nas ruas. Cada grupo exige um tipo de trabalho diferente.

“Nesta gestão, vamos fazer um tratamento de melhor qualidade, como determinou o prefeito Rafael Greca”, diz Maria Alice.

Praças limpas
Guacira destaca que além do serviço social, houve um intenso trabalho de recuperação e manutenção de praças e ruas dos bairros.

A regional foi, inclusive, palco das ações iniciais de limpeza urbana concentrada com as quais o prefeito Rafael Greca vem reforçando seu compromisso de cuidar melhor da cidade toda.

Essas atividades começaram pela Rua XV de Novembro, com a presença do prefeito, e já foram realizadas também nas praças Santos Andrade, Borges de Macedo e Generoso Marques, no Paço da Liberdade, no entorno da Catedral Basílica e na Rua Saldanha Martinho.

Este tipo de ação continuará sendo feito em outras regiões da cidade.

O esforço na área foi ampliado para diversos pontos de convivência da população. Desde o início da gestão e até a primeira quinzena de fevereiro foram feitas roçadas e limpeza em 38 praças e jardinetes, concentrados principalmente nos bairros Centro, Juvevê, Cristo Rei e Alto da XV.

A área total chega a 120 mil metros quadrados. Além desses locais, foi feita roçada em quase 90 mil metros quadrados em vias e terrenos públicos, destaca Guacira.
“Estamos começando a atender a demanda reprimida”, diz a administradora regional. “Ainda falta muita coisa até voltarmos a uma situação de normalidade em todos os bairros.”

As praças e jardinetes demandam ainda outros tipos de intervenção. Limpeza e manutenção de fontes e chafarizes, por exemplo, foram feitas em 11 locais, como nas praças Osório, Zacarias, Espanha e Generoso Marques.

Além disso, cerca de 20 mil novas mudas de flores foram plantadas ao longo da Rua XV de Novembro e praças como a Garibaldi (Relógio das Flores), Eufrásio Correa e do Japão.

As operações de recuperação de vias por meio de tapa-buracos, por sua vez, recuperaram 15,4 quilômetros de vias nos bairros da regional.

Segurança
Guacira lembra também que a segurança pública é uma questão que está sempre presente nas demandas dos moradores. Com representantes das polícias Civil e Militar e do Ministério Público, ela vem participando de uma série de reuniões com os conselhos locais de segurança a fim de discutir a melhor forma de encaminhar os problemas.

Já foram realizados encontros com o Conseg Central, do Juvevê e do Mercês/Vista Alegre. Com o do Bigorilho será feito esta semana. O trabalho exige atuação conjunta do município e do Estado, que é responsável pelas polícias Civil e Militar.

Administração Regional Matriz
Praça Rui Barbosa, 101. CEP: 80.010-030
Tel.: (41) 3313-5799
E-mail: armatrizsgm@sgm.curitiba.pr.gov.br
Bairros atendidos: Ahú, Alto da XV, Alto da Glória, Batel, Bigorrilho, Bom Retiro, Cabral, Centro, Centro Cívico, Cristo Rei, Hugo Lange, Jardim Botânico, Jardim Social, Juvevê, Mercês, Prado Velho, Rebouças e São Francisco
População: 208.674 habitantes (projeção do Ippuc para 2016)
Administradora regional: Guacira Camargo Assunção Civolani

Fonte: PMC

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here